quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

L.H/

"Que o coração já quer descansar... Clareia a minha vida, amor. Com o olhar..."

Vai ano velho, vai tchémbora/

Dois mil e dez era o ano que eu queria poder apagar da minha vida. Por tanta coisa ruim que ele me trouxe....
Me jogou feito água no mar afora... e eu fiquei perdida!
Foi o ano das desilusões e súplicas de forças pra continuar à viver.
Foi o ano das enchentes nos olhos e corações magoados que não foram acostumados a amar e depois perder...
Foi o ano de se pensar no que se tem e dar mais valor a elas.
E que não se pode baixar a cabeça diante de todas as coisas ruins...
E que as perdas nunca serão esquecidas da mente. Serão todas, lembradas com muito carinho.
O ano acaba, mas a esperança por coisas melhores só intensificam no peito e no pensamento de quem quer buscar vida melhor!
Um bom ano à todos!

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Prontofalei!/

Eu tava pensando aqui com as minhas neuras...
Eu não quero ser a melhor pessoa do mundo, nem a maioral, ou ter tantos amigos, e ser famosa, ter muito dinheiro. Só não quero ser a chata, rabugenta e a que não liga pra ninguém...
Porque eu não sou assim cara!
Eu ligo sim pra pessoas que em rodeiam. Amo do meu jeito calado e sério. Demonstro pouco carinho, mas não que eu não goste de ninguém e que não ligue... Caramba!
Sou travada pra tudo isso... não sei dizer o porque deste fato.
Só queria ter algo de bom que realmente encantasse as pessoas e que eu soubesse retornar tais sentimentos a todos...
Peço perdão por isso!
=/

Meu ginecologista é ótemo./

Estava eu hoje, fazendo uns exames de rotina no meu ginecologista, que é super meu amigo.
E tá meio doente dos olhos, por isso quase desmarcou as consultas de hoje. Mas não o fez , porque ele é um ótimo profissional e soube que umas das suas clientes grávida estava perdendo líquido...
Daí chegou a minha vez de entrar... Daí ele: OOoolhaaa, a minha amiga mais estranha que eu tenho! Diga, o que tá acontecendo, desabafe! [Haha]
Eu: Ah doutor, tô com problema assim e assado e perêrê parárá, é normal?
Ele: É sim , minha filha, fique calma... [E ele fez uma cara de espanto, auterando a voz =OOOOO O QUE É ISSO NO TEU NARIZ, MENINA? TUA MÃE JÁ VIU ISSO? Fazia umas caras e bocas ... COMÉ QUE EU NUNCA REPAREI ISSO EM TI, HEIN?
Eu: Ah, deve ser porque o senhor tem especialidade em ginecologia, neh?!
Ele: É , deve ser isso mesmo...
...
Ele: Olha, vocês mulheres não são gente. Eu tenho essa tese, e sou casado com um bicho que nem eu sei dizer o nome!
hahahhaha
Conclusão: Então não sou a única ser estranha!
=]

Tumari/

Eu quero ir...
Eu quero ir pra longe daqui...
Pra bem longe,
E que dê tudo certo.

Beijosmeligan!

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Eu sei /


E se entre tantas musicas resolveste dançar a minha, é porque prestastes atenção no frenezzi das minhas notas.

Pena que nem toda a partitura agradaram teus pés!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

10 meses/


Saudade dessa nega escandalosa!

=[

Corrente de email/

Olha, em geral eu detesto essas correntes de email. Se possivel bloqueava esse tipo de coisa pra eu nem ver na minha caixa de entrada. Acho ridículo mesmo.
Aí, abri um hoje, que até achei bonitinho...(Acho que é um espírito natalino)
O discurso não foi meloso, nem de auto-ajuda...
Chama-se

Renovação de contrato 2010-2011

Junto envio a renovação do nosso contrato. Se estiver de acordo assine
e devolva a cópia.

Contrato de 2010 e 2011

Depois de uma séria e cautelosa consideração,
quero notificar que o nosso
"Contrato de amizade"
foi renovado para o novo ano de 2010 e 2011.


Nunca desvalorize ninguém
guarde cada pessoa perto do seu coração
porque um dia você pode acordar
e perceber que perdeu um diamante
enquanto estava muito ocupado colecionando pedras.

Mande este abraço para todos os que não quer perder em 2010 e 2011.



(incluindo a mim se achar bem).

Tente conseguir 12. Não é fácil.


Muito fácil!!!! Quando abraçamos MESMO com o coração!!!



É/

O problema sou eu!

sábado, 25 de dezembro de 2010

Pra ontem/

Entre tantas coisas que eu enumero todos os anos, o primeiro da lista esse ano, é paixão!
Eu vou me apaixonar de verdade... vou me apaixonar pelo meu curso, pelas minhas pesquisas, pela minha escrita, por algum trabalho, por um certo alguém aí...
Eu vou porque eu quero. Mesmo que eu me foda depois...
Mas eu vou!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Quase sem querer/

"...Já não me preocupo se eu não sei porque,
às vezes o que eu vejo quase ninguém vê,
eu sei que você sabe quase sem querer que eu vejo o mesmo que você..."

R.Russo

Tá aí a minha flor/

Minha flor que grita, briga, se preocupa, anima, ameniza, acalma, segura na mão...
Tá aniversariando hoje!
=DD
Tudo de bom, mãaae!
[Depois ponho a foto, a minha net ta uma bosta!]

Cuidado/


De tanto amar, a cabeça e o coração podem explodir!

Lembrei que.../


Palavras são balas perdidas!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

É 30 de buraco./

O número dos seguidores aqui!
hahaha
Com a chegada do Cris...

Desejo possessivo!


Não sei o que se passa dentro daquela carne que bate e apanha.

Vejo por fora que parece sorrir, brincar, chorar. Vejo o que digo, mas não sinto sem ver... Não sinto teu querer.

Mas ei de ver em ti muito mais que um sorriso frio ou um desejo no meu corpo. E quando ao te beijar, meu corpo que carece de som suspira num tempo quente de sufoco e paixão. Do teu som e do teu cheiro... Na minha cama, no meu peito, entre minhas pernas ou em qualquer lugar vazio em mim.

Que eu te tenhas assim, como em sonhos bem mais real do que nossos planos possam cumprir...

Serias assim meu, e de mais ninguém.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Cheiro/

Toda vez que ele se encosta em mim, fica...!

Arnaldo Antunes/


Se você não quiser me viro como der, mas se você quiser me diga por favor


Pois se você quiser me viro como for para que seja bom , como já é...!




[Pedido de alguma coisa]

E se/

Se eu sorrir mais do que o necessário, aconteceu alguma coisa... de fato!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

domingo, 19 de dezembro de 2010

Adoro/

Sabe qual a melhor ressaca?
É aquela que mesmo com os pés doendo muito, o fígado desgastado, gastrite reinando e com todos os outros efeitos colaterais matando por dentro e ainda sim, sentindo uma felicidade transbordar do peito, mas nenhum pouco arrependida, porque a noite foi de grandes risos com uns amigos loucos ...

sábado, 18 de dezembro de 2010

Minha aparente e falsa indirefença/

Eu vou ter que escrever sobre isso...

/neura!
¬¬

Som/

"Porque ando triste ando sem saber se vale cada palavra que eu cale calada da noite escura
porque eu ando triste juras rolam pelas gretas, esburam-se nas retas, rasgam-se no rude asfalto..."
Clepsidra
Todo ano eu faço uma lista de coisas pra eu cumprir no decorrer do ano. E nesse sinceramente, não consegui fazer nada do que eu previa. O ano de 2010 só foi pares de notícias ruins. Na verdade, foi tudo ao contrário do que que previa...
Tudo foi regado com muito choro e força pra aguentar as emoções. Tudo se resumiu em perda!
PERDAS...
Perda de pessoas queridas, perda de lágrimas, perda de forças, perda de estima, perda de mim...
E acham mesmo que eu consegui me fortalecer ao fim disso tudo?
Não mesmo! Depois de tudo eu só consegui intensificar meus medos...
Medo de dormir, medo do meu celular, medo dos meus pesadelos, medo de receber mais notícias trágicas, medo de mais perdas...
Eu só espero que neste próximo ano, as coisas sejam bem diferentes, pra todos nós!

De Vigia de Nazaré/


A equipe que me fazia dar risadas de doer a barriga, falar alto, brigar, chorar, amar e não me sentir só...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Dona de mim/


E do meu copo!

Sexta-feira/

De chuva, um cobertor, um bom adversário pra jogar sendo também uma boa companhia pra abraçar. E quem sabe um ou outro cálice de vinho.. (Dizem que faz bem ao corpo) heheh

Olha a laila quando acorda/


Descabelada.com


Cabelo
Arnaldo Antunes
Composição: Jorge Ben Jor / Arnaldo Antunes

Cabelo, cabeleira, cabeluda, descabelada
Cabelo, cabeleira, cabeluda, descabelada
Quem disse que cabelo não sente
Quem disse que cabelo não gosta de pente
Cabelo quando cresce é tempo
Cabelo embaraçado é vento
Cabelo vem lá de dentro
Cabelo é como pensamento
Quem pensa que cabelo é mato
Quem pensa que cabelo é pasto
Cabelo com orgulho é crina
Cilindros de espessura fina
Cabelo quer ficar pra cima
Laquê, fixador, gomalina
Cabelo, cabeleira, cabeluda, descabelada
Cabelo, cabeleira, cabeluda, descabelada
Quem quer a força de Sansão
Quem quer a juba de leão
Cabelo pode ser cortado
Cabelo pode ser comprido
Cabelo pode ser trançado
Cabelo pode ser tingido
Aparado ou escovado
Descolorido, descabelado
Cabelo pode ser bonito
Cruzado, seco ou molhado

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Stereoscope/






...Bem no meio da praça


..."Há um louco em estado de graça pedindo dinheiro e dando conselhos a quem acha que está tudo perdido
e ela não disse mais nada
e eu pensei que engraçado agora esqueci o caminho de volta pra casa vou indo lá pro mundo ver a terra rodar..."






Uma vez, na vida.

Já veio tarde/

Até que em fim férias, doido!


F-O-D-A-S-E!







A única vontade agora , é ficar debaixo do cobertor, escondida do mundo esperando esse maldito ano acabar. Pra não mais receber notícias ruins!!!

Entre a minha existência e a minha solidão/


Está a minha perceverança de ser o que eu sou, em todos os dias de sol e chuva, no amanhecer e anoitecer aos olhos dos céus.
Porque o que vale, é querer estar bem, querer sorrir e acima de tudo querer viver!
Só basta querer.
Tu queres?
Eu quero!
Okay?!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Lira/


É o aniversário dela, e mesmo que eu não esteja bem, preciso desejar o melhores votos. Porque é minha mana.

É 2.2 calibrada e zerada... heheh
Muita saúde e sorte nessa tua vida de artista...
*.*

Temporal/

O ano inteiro só foi destruição. Enchente, dentro de mim.

[Mais um dia de chuva, eu não vou aguentar.]

=/

Restaurado/




O pirralho, Maruzo.
*.* Tão lindo, aí !
Te amo.

Carta/


Vigia, 15 de Dezembro de 2010.


Para Amanda Ribeiro,


Pelas lágrimas que me fizeram te escrever. E impreterivelmente por lembrar do teu sorriso...


Chegado o primeiro dia de aula. Lembro bem, como se fosse hoje. Era 24 de Fevereiro de 2009. Todos calouros empolgados com a universidade. (Bando de muleke sacana!) hehe
Eu sentei na última cadeira da fila. Tu, do meu lado, calada e sempre receosa. Eu percebi toda a tua vontade de falar, mas algo te mantinha quieta... Tinhas cautela em teus movimentos, e pouco virava pra me olhar.
Daí, a professora pediu que todos se apresentassem... Houve então uma querbra de gelo e depois os grupos sendo formados. E olha que maravilha! Nossa equipe foi formada... Agora, estaríamos próximas. E como tu mesma dizias, jamais nos aproximaríamos se não fosse aquele bendito canto nosso da sala de aula =DD.
Vieram então, de fato os trabalhos. Como a maior parte da equipe era de Belém, era certo que faríamos em nossa cidade mesmo. Mas não, tu conseguiste nos convencer e fomos à Vigia pra o primeiro fds... Tu dizias: "A casa é pequena, mas cabem todos...hehe".
Áaai como era gostoso todo aquele trabalho em equipe, em que todos se envolviam de corpo e alma. Desde os teus irmãos (Aldyane e Aldo), a tiazona Érica tua mãe, e até teu namorado o Marquinho, que já o tínhamos como o sexto membro da equipe... hahahahha
Como foram proveitosos aqueles dias por Vigia. É certo que foram de eternos risos, minha querida!
E o teu aniversário? O que foi aquilo? Menina, foi A FESTA DE 18 ANOS. Com direito a muita bebida, piscina, gente porre gritando, guerra de comida... hahahahah Muita cagada na casa do Chico! hahahahahahha Sobrou bolo até no teto e muitas risadas até hoje!
No decorrer do ano vieram também algumas brigas, lembras néh?! Daquela garota que só fazia intrigas com a nossa e com as outras equipes... e tu , sempre passando a mão na cabeça dela.
Ahhh Amanda, teu coração não existia de fato! Todo mundo brigava, e tu só dizias que iria ficar tudo bem.
Mas a nossa relação durante o ano todo, cada vez mais forte. Com a tua família então...
Sempre íamos pra tua casa almoçar. hahahahaha Lembra?! Toda sexta-feira era o dia em que eu , Danuta, Chico e a Rafa vínhamos embora pra Belém, então não fazíamos nem almoço mais. A tua casa era certa às 12h já... hahahahh Lembra daquele almoço em que eu estava doente, com muito catarro e febre e na minha patetice acabei derrubando a garrafa de água em cima do prato de feijão e que molhou toda a minha roupa? hhhaaahhahaahhahahahaha Mana, ninguém parava de rir depois... HAHAHAH
E ao fim do ano, que quando eu fui me despedir da tua família e todos choramos nós juntos hein?!
Ahhhhhh, e tu ainda comentaste com a tia Érica: mãe, a Laila chorou!!
Daí, no vestibulinho não abriram vagas pra Belém, e aí tooooooda a equipe se juntou de novo...
Ficamos tristes logo no início, pois todos queríamos vir pra cidade, inclusive tu ?!
Mas conseguimos sobreviver até meados de abril com 4 disciplinas até...
Tu partires...
Até hoje Amanda, não entendemos como, nem porque. Mas dói tanto!
Foi tudo tão difícil, e ainda é!
Entrar na sala, esperando que tu entrares pela porta como sempre fazias, eras a última a entrar( sempre atrasada ), sentava do meu lado e perguntava algo do tipo o que o professor passou? hehe.
E como ainda é difícil entrar na uepa , na tua casa, em Vigia e não te ver, não te abraçar.
Como é difícil passar em frente aquele cemitério e ver aquele túmulo com a tua foto e teu nome com a tua letra...
Hoje eu acordei pensando em ti. E foi impossível conter as lágrimas. Lembrei de todas as coisas boas e dificuldades que vivemos nesse período tão curto. Mas foi tanta coisa...
E agora eu não consigo parar de chorar....
Por isso termino aqui! Com nossas lembranças , minha dor no peito e essa saudade eterna de ti, da gente.
O meu muito obrigada por tu teres permitido compartilhar alguns dos teus dias e de tua família comigo.
Um beijo Amanda, e até um dia, quem sabe!

Post Scriptum:
Te peço somente que nunca ouse sair das minhas lembranças.
Hoje, 15 de dezembro, pelos 8 meses de saudade.


terça-feira, 14 de dezembro de 2010

No pinico/


Quatro meses completos e direito a estreia no pinico da princesa Polianna...
=D lindona

Acho que nessa idade, a única coisa ruim é quando não deixam a gente colocar o dedo na boca!
¬¬


É isso!/

Eu preciso de um emprego pra tentar esvaziar a minha cabeça das coisas ruins.

Alguém me ajuda?
¬¬

Dores/


segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Instantes/

Era pouco o tempo pra se tentar algo. Mas eu fui lá e... ME PERMITI.
Em segundos, eu consegui o que todo muvava ou simplesmente dizia que eu jamais conseguiria...

Primeiro o abraço, depois o suspiro e em seguida o beijo!

Entre páginas e lençóis, entre beijos e odores, entre o suor e frio, entre a multidão e a concorrência... me aproximei, joguei meu charme ( Êh ) hahahah e pesquei!

Ouvi dizer que eu não poderia amá-lo. Que eu jamais poderia fazê-lo sorrir, sonhar, e até se dispor pra mim ... E muito menos poderia tê-lo...
E que eu jamais poderia torná-lo carinhoso, a ponto de sussurrar coisas boas...
Diziam... diziam... praguejavam... falavam as más línguas...

Só sei que a expressão "não vais consegui", foi apagada do dicionário sentimental.


Eu amo o dorflex e ele me ama, de verdade!

Post scriptum: E não existe teorias prontas pra todos os casos!

Doente/

...do coração!

Daqui até a eternidade/

... teimo que nossos destinos foram traçados , na maternidade!

domingo, 12 de dezembro de 2010

E tenho dito./

O meu pessimismo sempre manda dizer que nada é pra ser.
Bem, mas se era ou não pra ser, só sei que está sendo...
E tudo tá bom. Por enquanto!
Só sei que eu não quero mais ficar esperando pelo desabar do morro.

Brega amarelo pra um domingo azul/

"Ao por do sol
Eu vou te dizer
Que o nosso amor
Não pode morrer

Quando as estrelas
No céu despontarem
Vão dizer que a lua
Eu fiz pra você.

E então, eu serei amor
O sereno,e o luar será você
Ardente de paixão
Que raia no meu coração. "

Teddy Max - Ao pôr do sol

Presente/

Alguém por favor, quer me dar um piercing pro septo, pequenininho?
=D

Viciolinguístico/

"Tipo".
Eu tenho que parar de falar isso!
tipo...
hehehehh

sábado, 11 de dezembro de 2010

Bode/

O estúpido maldito há de calar-me a boca por querer, de tanto que me faz gemer...
Seja na abertura de minhas pernas ou no suar delas. Ele sempre mexe, mela, incomoda.
Ele vai embora, mas sempre volta. Acompanhado de um pitiú e uma cor forte.
É possessivo por uns 10 dias em mim, e vez por outra não me deixa amar.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Eram somente versos/

"...Ouça-me bem amor
Preste atenção o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
Vai reduzir as ilusões a pó.
Preste atenção querida,
De cada amor tu herdarás só o cinismo
Quando notares estás a beira do abismo
Abismo que cavaste com teus pés"

Quando o cartola já cantava isso, eu não acreditava!

Por André Badé/

"Em todo coração toca um samba
Que enche de ternura
A mágoa das ilusões
Em toda vida há um chorinho
Para a angústia das paixões"


http://badedosversoslivres.blogspot.com/


O André sabe das coisas!

sábado, 4 de dezembro de 2010

Que merda de ano/


Caralho de ano filho da puta, acaba logo! Que merda. O PIOR ANO DA MINHA VIDA!

Égua doido, quando eu penso que já estava tudo bem, recebi uma bomba hoje, e por telefone... mais uma.

Perdi mais um amigo...

Nem sabemos ao certo qual foi a causa da morte...O fato é que não adianta mais, o Marcelo já se foi. =/
O peito agora que não pára de doer, a cabeça tá pirando e eu com uma angústia que nada segura...
mais do que sem palavras, só sei que eu precisava vir aqui, desengasgar alguma coisa!
Marcelo, todos os meus sentimentos por ti, amigo!
Esteja em paz!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Por aqui, por alí.../


Essa equipe não falta por nada!

Ontem, na vernissage no salão secs universitário, os pequenos foram nos prestigiar. Muito bem, não ganhamos o prêmio, mas estamos lá, em exposição! =D
Meus queridos, muito obrigado a todos que nos ajudaram com alguma quantia. Ainda estamos devendo na praça... mas tudo bem! hahahaha
A exposição estará lá até o fim de Janeiro. Vão lá, dêem uma olhada em nossas fotografias.
O sesc Boulevard fica em frente a estação das docas, quase do lado da alfandega.
O salão funciona em horário comercial.
Beijos.
Post Scriptum: Estou dando um tempo de alguns vícios meus...
A Internet, roer unhas, beber (Entre Tantas Coisas) e o blog está consequentemente envolvido nisso.
Mas, se sentirem muito a minha falta, podem me ligar. hehehe

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Fim/

Acabaram os dias do mês, mas não os desejos dos outros meses!


Owkay?!

O Pessoa/

"Eu amo tudo o que foi
Tudo o que já não é
A dor que já não me dói
A antiga e errônea fé
O ontem que a dor deixou
O que deixou alegria
Só porque foi, e voou
E hoje é já outro dia."



Fernando Pessoa






Daqui de Vigia:
A chuva e a noite estão me dando ânimo de vida. Agora!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Hora da agonia/

Era todo dia ao meio dia em ponto, que o amor nascia. E morria precisamente às quatorze horas e cinco minutos ( estourando ).Bem no meio daquele sol filho da puta, capaz de desintegrar qualquer ser vivo...


O amor nascia entre lençóis e panelas, entre poeira e comida, com hora marcada. Almoçávamos um ao outro. Era o único tempo que nos era cedido. Trabalhávamos feito loucos. Com uma única hora livre sendo a do almoço a qual não podíamos ultrapassar.

Eu saia do Hilton hotel, atravessava a Presidente Vargas em direção a Ó de Almeida.
Ele saía no mesmo ritmo do tribunal de justiça. Quase sempre nos encontrávamos no canto da Assis de Vasconcelos para descermos juntos até o nosso 'restaurante sacralizado'.

O lugar, era um desses casarões antigos e abandonados pelo governo do estado e sem qualquer previsão de recuperação ( pra nossa sorte ).
O 'meu cozinheiro', era quem chegava primeiro, pois eu sempre me atrasava para sair do hotel. Às vezes eu tinha que prestar a conta dos hospedes da manhã e tinha que ser antes do almoço...
Ele, como bom advogado criminalista, (que parecia ser) era mais eficiente e não tratava de se atrasar , bem assim como bom homem faminto.
Assim que eu chegava, ele já estava de pau duro, pronto pra me devorar e revigorar minhas forças de mulher e gerente de hotel.
Cozido! Era o almoço daquela hora de agonia.
Deleitávamos entre caldos, entre pernas, salivas e batatas. Mastigávamos ferozmente os nervos entre nós. O chuchu, a abóbora e o repolho daquele molho ardente de pimenta paraense era o que nos fazia delirar naquele almoço.
Sempre terminávamos sem lenços para limpar nossos lábios ensebados. E aquele dia, não foi diferente.
Nos perdíamos e nos encontrávamos...
Mas no bom do gozo e quando a felicidade suprema nos tinha chicoteado, era quando nosso tempo acabava.
Já dava a hora, o 'intervalo do almoço' acabou!
Saem os dois satisfeitos.
Da vida dele eu tão pouco sabia. Ele, da minha, nem se atrevia...

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Tô com medo/

Não me deixe dormir só. Segura a minha mão...
Não deixa esse bicho aí , debaixo da cama vir me pegar!
Tô com medo!
=/

Um caso a ser contado/

Como pode essas 'coisas' de dentro da gente dar tantos sustos assim , hein?


Sei lá. Mas aconteceu... E preciso contar!



Ele, é o ser mais desengonçado e atrapalhado que já se pode ter visto neste planeta. É babão, desatento e nada elegante, mas pouco fala. Porém tem uma energia canina carregada em seus membros que todos em qualquer lugar logo notam.


Ela, nada mais é do que a menina do lar. Sempre doce e meiga ... A criatura mais elegante e de uma calmaria... (que áiii 'dá um soooonooo' só de vê-la.)
Viviam juntos a pouco mais de 3 anos. Porém , pouco assistiam um ao outro. Pareciam irmãos que não se gostavam debaixo de um mesmo teto. Nem ao menos se cumprimentavam...


Ele, sempre zanzando por todo canto que podia. Enchendo o saco dos vizinhos, paquerando pelas ruas ou correndo hora ou outra pela praça da esquina.


Ela nem se mexia da cama. Gostava mesmo era daqueles lençóis que enlaçava preguiça à seu corpo todo, lhe abraçando e lhe causando o mais puro prazer do sono.



Mas aquele desapego todo no mesmo teto, não podia durar mais...



Daí, foi por força maior de algum cupido retardado que ela, Amelie, em uma de suas dormidas fora, acidentou-se gravemente quando tentava voltar pra casa pelo muro do vizinho. Caiu de mal jeito em alguns espinhos, batendo a cabeça no concreto e logo desmaiou.


Ele, o Félix não percebeu que era sua companheira de casa quase amada alí no chão e começou a espancar-lhe brutalmente, até alguém intervir...


Foi então que ele se deu conta de que era ninguem mais que sua quase irmã... sangrando alí no chão, em toda parte do corpo. Felix desesperou-se e queria lamber a qualquer custo Amelie. Conseguia-se ver naqueles olhos de pidão todo o medo e culpa para não deixar Amelie morrer...
Todos então fomos direto para o hospital.
E até altas horas da madrugada todos estávamos lá, esperando alguma notícia de Amelie.E Félix em um canto, quase não se movia, olhando pro infinito...
O médico veio, e deu a notícia...
Amelie estava viva e bem, agora. Precisava de repouso, muito carinho e cuidado...
Todos fomos então pra casa. Passaram os dias e ...
Felíx estava tão atordoado por ver Amelie agora bem, que atentava para todas as nossas ações, sem dar uma palavra. Não arredava de junto dela, por nenhum momento.
Amelie percebeu seu jeito empenhado e precupado e não conseguia sentir raiva dele...
Uma noite, meio sonolenta ainda, Amelie sentiu o beijo e a baba do seu protetor. Era Félix que em seus impulsos amorosos beijava e lambia seu rosto...
Bem, juraram o término de seus dias juntos...
Ela, a gata passou a amar de verdade ele, o cachorro babão.
Era esse o fato!
Post scriptum: Sem graça ou não. É uma história dos pólos de um mesmo lado do ímã que se repeliram até onde poderam.





É quinta - feira/

Anuncia o vento uma pré do fim de semana: "É o dia em que se toma a primeira..."

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Notíciando arte/

O papo é o seguinte: Eu e dois amigos fomos selecionados pra o 3º Salão Universitário de Arte Contemporânea do Sesc. No módulo de registro de performance- Montagens de fotografia.
O trabalho tem como título GRITAOCORPO. Foi uma forma de expressar através da fotografia a ambivalência de que o nosso corpo grita em meio à esta sociedade cheia de regras e morais, ele grita para o próprio corpo e ele grita a um outro corpo seus anceios somente entre quatro paredes, e na hora do sexo. Pois, é justamente nessa hora em que mostramos nossas atitudes animalescas em favor da permanência de nossa espécie. É como se algumas essências viessem a tona como 'gritos' para a pele.
(É mais ou menos isso! ) heehhehe Mas vocês entenderão mesmo, vendo o trabalho.
DETALHE: Somos SUPER AMADORES e estudantes LISOS. Estou divulgando pra todos que vierem por aqui, porque para mandarmos para a exposição nossas fotografias, será necessário (plotagem e ampliação) e para isso, precisaremos em torno de $150,00 recos. E é aí que entra a ajuda de vocês... hhhahahahhaahah
"Eu pUdiamaTANO, pUdiarOBANO, me prostiruINO, mas não. aqui, TRABAIANO!"
hehhehehe
Gente, é sério! Essa crise econômica, tá fooda!!
Então, podem ajudar com qualquer centavinho. Porque esta semana estaremos pelos sinais da mangueirosa, pedindo dinheiro...
Nosso trabalho estará em exposição a partir do dia 2 dez no sesc boulevard com a vernissagem e premiação que acontecerá neste dia, a partir das 19hrs.
Haverá coquetel...
Obrigada pela atenção!
Êh!
hehehe
beijo
Post scriptum: Quem quiser ajudar com qualquer quantia, pode me ligar... hehehe e tem que ser até no máximo na segunda-feira dia 29...
88419554 / 82657487 ou msn lly.la@hotmail.com e marcaremos.
Ah, e se não poderem não se acanhem, não vou ficar chateada. Vou ficar mesmo se voces não comparecerem por lá, na vernissagem...
=DDDDDD
E a relação dos artistas tá aqui http://www.paraonline.inf.br/?p=15876

Bom dia/


Terça-feira!
=D

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Aqui dentro mora um pássaro/

Dentro de mim mora um pássaro gigante, que tá querendo ir embora. Ele disse que aqui dentro já tá apertado pra ele e precisa sair, mas quer levar as minhas vontades e o meu coração.
Hoje tivemos uma conversa séria. Eu disse a ele que poderíamos voar juntos e não precisava ele levar nada de mim. Sempre vivemos juntos, e não faz sentido ele querer ir sem mim.
Então, ele aceitou e decidiu que não vai mais me abandonar!
=DDD

Zeca Baleiro/

[...]"Encostei o meu corpo no seu e um novo desejo nasceu...
Um longo silêncio entre nós, a sua presença calou minha voz![...]"
Eu,você e a praça








Ultimamente o tempo tem me dado motivos pra cantar o bem. Desentocar alguns sons internos. E musicar a minha vida sem graça.
Aos momentos nossos de cada dia (Aos meus e aos poucos leitores que param por aqui) ofereço-vos com todo o meu enxerimento 'tsc' Vinicius em seus versos:
" Que seja eterno enquanto dure!"

domingo, 21 de novembro de 2010

Quer saber?/


O que que há?
Não há mais nada!
Porque o domingo foi só poesia... afagou, fez dormir, fez acordar, fez sonhar, carregou no colo, beijou...
O meu bem me fez sorrir!

Do latim/

Estramboto = Estranho

O certo é " A Laila é estrambótica" e não " A Laila é estrambólica"


Égua, eu sou mesmo!
heheh
¬¬'

Papo de quem não tem muito a se fazer/


Restauração de retrato.
XD

sábado, 20 de novembro de 2010

Ela./


A chuva.




Todo caboclo daqui de Belém, sabe muito bem que não temos as estações do ano. Aqui, o que temos é a época que chove muito (toró) e a época que chove pouco. E essa danada é quem manda na gente. Nos diz quando devemos sair... se antes ou depois dela ou para os mais festeiros, sair mesmo nela. No diz se devemos ou não lavar roupas.

Mas o melhor mesmo é provar dela. Ela gosta é disso!


E todos também sabemos que temos que ter os nossos guarda-chuvinhas de cinco recos de 'lá de baixo' guardados na bolsa.


Ah, mas a melhor coisa é prová-la em uma biqueira. Sair correndo nela ou chutar em alguém, aquela poça no chão...
[Ahhhhh, dalicença vou alí, tomar um banho dela.]
fui!

Eu tenho medo./

Da minha boca, que parece uma Kombi sem freio!

o.O

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Bem que poderia ser assim/


Não precisa muito/


Não precisa muito pra me arrancar um sorriso. Basta um copo, uma garrafa , um banco e fitar os seus olhos nos meus.
Não precisa ser malabarista, palhaço ou ilusionista. Basta querer o sorriso e ter tempo pra ele.

Ah! De vez em quando, meus pés vão longe e perto, caminham rápido e devagar . E nunca me fazem lembrar de deixar o sorriso por aí...
Mas basta um tempinho pra conversar comigo que eu lhes oferto meus sorrisos.
=D



Bem, o caminho com as pedras eu já dei...



Edição do retrato é minha mesmo.


*.* (Com toda a ajuda do Denys)

Olhar além/

(...)
Não importa
A forma como olhas.
Mas aquilo que viste
E aquilo que revelas, isso importa.
Vale a pena saberes aquilo que sabes.
Observar-te-ão
Para ver quão bem observaste.
Mas aquele que apenas se observa a si mesmo
Nada ganha do conhecimento dos homens.
Demasiadamente de si esconde a si mesmo.
E nenhum homem é mais sábio do que ele próprio.
Logo, a tua aprendizagem deve começar no meio
Das vidas das outras pessoas.
Transforma na tua primeira escola
O teu local de trabalho, a tua casa,
O lugar a que pertences,
A loja, a rua, o comboio.
Observa todos quantos o teu olhar alcance.
Observa os desconhecidos como se te fossem familiares
E aqueles que conheces como se te fossem estranhos.

Bertolt Brecht

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Tem cada uma.../

As merdas que nós mulheres, ouvimos daria um bom caldo grosso bem maior do que a bíblia...
É sério, os caras conseguem se superar em suas mentes... ¬¬'

"-Ohhh… essa muié e mais um saco de bolacha, eu passo um mês… "

" - Eu beberia o mar se você fosse o sal."

"- Não sabia que flor nascia no asfalto. "

" -Tô fazendo uma campanha de doação de órgãos! Te dou meu coração"

" - Nossa, você é tão linda que não caga, lança bombom! "

" -Você é o ovo que faltava na minha marmita. "
" - Você é sempre assim, ou tá fantasiada de gostosa?"

"- Aê queijinho… Vou te passar no pão e te comer todinha!! "

" -Você é a areia do meu cimento. "

"- Ahhh se eu pudesse e meu dinheiro desse! "

"- Você não usa calcinha, você usa porta-jóia. "

"-Vamos pra minha casa fazer as coisas que eu ja falei pra todo mundo que a gente faz?"

"- O que que esse bombonzinho está fazendo fora da caixa?? "

"-Você não é pescoço mais mexeu com a minha cabeça! "

"- Pode para que eu vou mandar lhe prender, porque voce roubou meu coração."

"- Sexo mata!!! Quer morrer feliz? "

"-Essa sua blusa ficaria ótima toda amassada no chão do meu quarto amanhã de manhã! "

"-Se você fosse um sanduíche teu nome ia ser X-Princesa… "

"- Você é a lua de um luau…. Quando te vejo só digo – uau uau! "

"-Éguaaa, quanta carne…. e eu lá em casa comendo ovo! "




É decadente que com esses estupros aos ouvidos femininos os caras ainda conseguem comê-las.

Como diria o mudinho : " - humhum"

Tomali-ti/


Fui vomitar e vi um pinto sendo estrangulado/

Olha só, masturbação é algo necessário ao corpo. É uma descoberta para os prazeres próprios e pererê-parará. (Ponto) - Isso , todos os habitantes praticantes e até não praticantes desta 'arte' neste e dos outros mundos, também já sabem. OK!-
Mas gente, vamos nos preservar néh?! Façam em lugares reservados. Banheiros públicos definitivamente não são lugares recomendados para isso. Até porque a higiene é importantíssima nessa hora. E evita gente como eu (Inocente) pegá-los no flagra.

Vamos aos fatos:

Eu e meu amigo estávamos num super-mercado em uma dessas madrugadas esperando o sol nascer, pra poder irmos pra casa. E ficamos perambulando em meio aquele antro de consumo. Roubamos um ou outro pote de iogurte 'estragado' e fomos nos sentar.
Certa hora, meu amigo começou a sentir enjôo. Eu, como boa amiga na minha santa inocência, o acompanhei até o banheiro masculino. (Gente, o super-mercado tava vazio!) Eu achei que em plena quatro horas e trinta e seis minutos da madrugada não haveria ninguém mijando alí. E NÃO HAVIA.... Havia um justiceiro, fazendo justiça com as próprias mãos. hahahahhah
Meu amigo entrou na frente e eu fui logo em seguida. Nos deparamos com uma cena muito nojenta! Um punheteiro na ativa de uma punhetada. (CARALHO!!!) O doido tava tão concentrado que ele nem percebeu a gente. Estava com as calças até os joelhos, com uma das mãos escorada na parede e sua cabeça encostada no braço, de lado pra nós. A outra mão, esfregava seu pau preto como se estivesse estrangulando um pinto cheio de granulações no tronco e pouco roliço. E fazia tudo isso na mais pura concentração com os olhos fechados. Suava feito uma tamba de chaleira.
Nós nem tivemos reação. Nossa observação deve ter durado menos de um minuto, mas foi como se tivesse durado uma hora!!! Depois saímos sem fazer barulho. E lá fora não parávamos de rir... Esperamos o'mão peluda' sair.
Égua doido, deu cinco horas e vinte e oito minutos e aquele bronheiro, batedor de bolo, socador de bronha , jogador de peteca, o covarde (5 contra 1) não saiu.

Mas a gente tinha que ir embora , porque já estava passando nosso bonde. E o sono bateu. Daí não esperamos o estrangulador de pinto sair.



(Mas será se aquele desgraçado se foi pelo ralo?)

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Status/

Hoje eu disponível pra qualquer besteira, pra qualquer bagunça, pra qualquer aventura, pra qualquer sugestão de gato branco e caldeirões de ferro...
Talvez seja por causa só de um dia comum de sol pouco irritante, algumas nuvens escuras, ou foi o bom humor mesmo quem me agarrou pelas costas e não quer me largar, por enquanto.
Não seria nada de mais. E não é!
É sim, tudo de muito mais!

Isso é brochante/

Sabe o que é brochante pra mim?

Os homens.


Êêehh, sacanagem. hahahah (Eu amo os homens! Muito sério! ( E alguém, um dia, já declarou em algum lugar que a vida já é ruim com eles, porém muito pior é, sem eles.) ÉE! hihihi

Mas vamos à brochura...

Caralho, doido! Não tem nada mais brochante pra mim que receber um depoimento de kukut ou recadinhos babaquinhas e pior ainda conversa de msn, desse jeito aí:

"meu amor um felis aniversario. para bens continue essa menina linda muitas felissidades. te dollu muuuito mesmo, e q deus te abençoe muiiiiito concertesa,

e se vc chega na churrascaria, eu chamo o garçon e digo: "cancela a bata frita que o filé chegou

muitos bjs em vc

então vamos sai hjjjjjjjjjjj ? Vo te ligar"


Genteeeeee, porque diabos o estrupício não diz logo que quer me comer em um chão qualquer? Não seria mais sutil da parte desse índio canibal?

Eu já tenho a argolinha no septo e como capim, já pronta pra abate néh?


hahahahahahhaha


Que idiota!






Post scriptum : Não é porque sou das letras que tenho essa opnião. Não é a pontuação em questão, ou o desvio, e sim o discurso fazendo analogia da mulher ao churrasco. Não é ridículo doido?! Como o cara vai conquistar alguém assim? O que vale é a intensão? A intensão de comer?

A minha área não é de linguistica, beleza?! É que eu tenho censo.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Era um costume, e só./


Ele gostava era da saliva que ela cuspia de manhã cedo. Do hálito guardado da noite inteira, daquelas olheiras, do couro cabeludo desarrumado, de sua genitalia sequinha e quentinha que dormia ainda.
Mas ela não gostava de nada disso. Acordava de mal humor, já indo escovar os dentes, tinha pavor de toda aquela desarrumação a sua volta e em seu corpo.
Ele só se encantava todo dia com ela, entre 6h e 7h da manhã (Era o tempo que levava para se arrumar...) E depois que ela subia no salto, ele desencantava por completo daquela mulher. E então, os dois saiam pra trabalhar.
Ele sempre saia todos os dias imaginando o gosto puro dela, que não o deixava provar do seu cheiro verdadeiro e que ele sempre sonhou.
Ela só pensava em como suas celulites haviam aumentado, suas estrias estavam mais abertas, e com seus 29 anos, sem filhos mas já notava suas rugas e achava que não iria mais ser desejada por seu marido nem por qualquer pedinte de qualquer lugar do mundo.
Os dois viviam nessa rotina e não conseguiam ter um ao outro por completo nem na cama ou em seus complexos.
Por isso, o tempo os deixou casados por somente 2 anos completos, porque a tolerância se esgotou.
Não é nada de mais. É só mais uma separação.


O tempo se fechou, tá nublado. E o coração ficou mudo!
Eu acho que vai chover lágrimas...

[Tudo tem início, meio e fim]


domingo, 14 de novembro de 2010

Completo/

É um fim de semana com pessoas lindas, arte e um certo 'cheiro-doce' de dread.
E talvez eu fique bem pra semana inteira!

Eu tenho um tesouro/



Uma parte do meu cofre!




Post scriptum: Parece, mas eu não bebi!
hihihi

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Olhares. Não se pode deixar de acreditar/


Olhar De Mangá

Erasmo Carlos


Quando a mulher ciente da beleza
Encara a natureza e vira Iemanjá
Seduz o coração do homem
Com a tentação do seu olhar de mangá

Foi assim com Lilith, primeira com os olhos de pidona
Brigite e Marilyn, Gisele, Vera Fischer e Madonna

Bem mais do que 15 minutos de glória
O olhar ficou na historia escrito em neon
É sexo feito com os olhos
Um miniorgasmo disfarçado em frisson

Foi assim com Lilith, primeira com os olhos de pidona
Luana e Rita Lee, Dalila, Malu Mader e Fiona

Quero que um olhar igual a esse
Se detenha em mim
Que mexa com meus sentimentos
Me possua até o fim
Enquanto esse olhar não acontece
Eu fico por aqui
Mas sinto que ele está por perto
Azarando por aí

E lá em cima
No jardim do Éden
Os deuses já de porre
Brindam com Maná
A grande sacanagem na Terra
Tudo por causa do olhar de mangá

Foi assim com Lilith, primeira com os olhos de pidona
Medusa e minha mãe, Xuxa, Fernandinha e Fernandona

E segue a maratona
Paula Toller, Lady Dy, Iracema, Dona Flor,
Cicarelli, Wanderléa, Pitanga, Calcanhotto e Madalena
Grace kelly, Rosemary, Luluzinha, Juliana,
Barbarella, Angelina, Frida Kahlo, Capitu e Messalina
Simone, Salomé, Mata Hari, Beth Davis
Marina, Martha Rocha e Monalisa

Patrícia, Marisa Monte, Esmeralda, Marília Pêra
Bethânia, Sharon Stone, Margie Simpson
Ivete, Gal, Bibi Ferreira, Janis Joplin, Halle Berry, etc...

Todas com os olhos de pidona"





Essa música é linda demais. É do último cd lançado pelo Erasmo Carlos, em 2009 em comemoração aos seus 49 anos de carreira, na época. Eu só havia escutado uma vez essa música e foi no bonde. Daí não reconhecia a voz, e não sabia o nome. E sempre me esquecia de procurá-la na net... E hoje, finalmente lembrei e baixei.

E aí eu fui dá uma olhada sobre o que o Erasmo declarava sobre ela, e eu achei isso aqui:

Fulano de tal pergunta: Erasmo.... Poucos compositores falam das mulheres de uma forma tão direta e tão realista como vc! E no novo CD vc acerta em cheio em "OLHAR DE MANGÁ"! Até porque na imensa lista de mulheres maravilhosas vc contempla mulheres que estão longe de ser ícones de beleza ( Beth Davis, Fiona (sic!!), Fernandona!), isso torna a música (que não consigo parar de ouvir) encantadora! Desde Lilith toda mulher tem "olhar de pidona". O que fazer para retribuir este olhar?


Erasmo Carlos: Cara, tem que invadir a praia porque existe um segmento que dizem que não tem olhar de pidona, mas eu digo que tem sim, pois mesmo com os olhos fechados a mulher fica com olhar de pidona na hora da entrega, quando fecha os olhos. E o "Olhar de Mangá" é o olhar que a mulher tem quando conquista o homem dela. E esta letra não tem sexo, como sou hetero coloquei sempre homem e mulher.

SUPER SÉRIO QUE EU ME CASARIA COM ESSE CARA!
hahahahahahh
Post Scriptum: A discografia do meu 'desejado marido' tá aí :
=**

É sério!/


É dia/

É sexta-feira. Dia de fazer alguma coisa interessante e necessário ao corpo e mente. É dia também, de pouca perspectiva pro tempo. No noticiário, a temperatura deu máxima de 37º de inquietação o dia inteiro ( Credo, isso é o inferno ). Mínima de 29º de desilusão... Mas no fim do dia sempre dá pra rolar aquela gelada e fumar a saudade ou se estragar pra compensar a semana maldita.
Hoje, eu acordei com alguma coisa me alimentando. Sei lá, cismo que seja a tal da esperança querendo sair do meu peito e me direcionar pra qualquer outro lugar no mundo.
Um beijo e um queijo no queixo!

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Parte do todo/












"Meço, pelo verso meu avesso
sou inverso, sou metade com inteira dor
Meço o avesso do verso e descubro o inverso imerso no meio da metade...
Quando muito digo eu me calo e o meu silêncio é raro"
O Escudo - Los Porongas
[Tudo me parece só ilusão! Desde o que eu vivo , até o que eu escrevo, o que eu ouço e até o que eu vejo.
Só tenho medo, de que o que eu sinto também seja mentira!]
O poeta é sempre um fingidor?

Existem excessões./

"Todo rato tem rabo longo
Todo rato tem faro esperto
Todo rato curte o escuro, lambe restos
Todo rato deixa rastros
Todo rato trai e mente
Todo rato assusta a gente
Todo rato anda em bandos
São os ratos, são os ratos
São os ratos bem malandros
Mas sempre tem um
Que é diferente
Tem sempre um
Que até surpreende a gente
Esse rato que aqui se mostra
É um rato que a gente gosta
É um rato que em vez de catar
Lasquinhas de queijo e comer na rua
Prefere mil vezes um beijo
Um beijo brilhante da lua"


[Palavra cantada]

Da pieta/


Do dia 11/11/2007.

Praça da república.

Pista/

Não me faça pensar muito, luz!
Eu sei que na minha fogueira as brasas são poucas, mas elas podem incendiar um bairro inteiro... Êh! heheheheh
Se um dia eu acender seus sentimentos, de verdade, mande o sinal dessa quentura. E atinja sem pensar, no meu ego. Violente a minha razão ou distorsa minhas idéias. Sei lá!
Mas faz alguma coisa...
Pense bem!
¬¬'

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Deletar?/

Eu já comecei a sentir vontade de deletar isso aqui! /fato.
Como os meus outros blogs. Sei lá, as coisas estão escarrando pra mim um vazio pra tudo...
Talvez um novo começo seria bom!
Daí, penso que eu poderia mudar o nome, mas aí é que eu penso em todo o sentido, do 'que acontece'...
Alguma coisa acontece...
É um completo movimento. Segundo uma tradução grega aquilo que acontece é o fenômeno. E os fenômenos, que bom que eles nos arrebatam, nos distorcem, nos comprometem, nos fodem todinha, mas é bom. Nada está parado, tudo está em constante ação e reação. Isso é nitiano sabia? A lei do eterno retorno, além de uma das leis da física da reconstrução...


ah/

=/

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Só isso/

Enclausurada pela dor uterina, uns pensamentos de baixa estima e talvez alguma ou outra lágrima!

¬¬'

Significado/


Ato/


O ar que entre nossas pernas circula é quente. Melam- se e apertam-se de uma vontade louca em se fundir. Sussurra-se palavras, gemidos , grunhidos, gritos. Transborda a satisfação que sujam os lençóis e respingam faíscas de desejos que põem a cama em brasas. A loucura toma conta da razão. E sem descuido, a morte vigia tudo.
É verão. O sol se põe. E os animais estão alimentados.
É hora de dormir...
Post scriptum: Retrato meu. Estrada de Colares.

domingo, 7 de novembro de 2010

Ei rato/





"Quero de novo em meus braços teu sorriso. Mas se por descuido meu, tu resolveres não mais me amar, avise pelo rádio ou anuncie em um jornal de tv. Mas não iluda mais minha dor"


Rato ladrão!






[Milhões de frases sem nenhuma cor]

Seguidores